O aparecimento do coronavírus veio destabilizar a economia, sendo a eliminação de postos de trabalho uma das consequências mais imediatas da pandemia.

Embora muitas empresas tenham dispensado muitos colaboradores e até fechado portas, existem outras que estão a recrutar em pleno estado de contingência. Aqueles que já procuravam trabalho, juntam-se os finalistas de curso que, agora recém-licenciados, procuram uma oportunidade de emprego.

Por isso, e como forma de o ajudar a ingressar no mercado de trabalho, reunimos algumas dicas para tornar esta procura mais fácil e eficaz em tempos de pandemia.

 1. Questione-se sobre o que pretende fazer

Antes de começar a enviar currículos em todas as direções, deve questionar-se sobre o que pretende fazer a nível laboral e onde quer chegar. Pense naquilo que gostaria de fazer, se gostaria de trabalhar em Portugal ou no estrangeiro, por exemplo.

Contudo, se não conseguir, para já, o trabalho que idealiza, elabore um plano B com outras áreas de interesse, encarando isso como algo temporário.

 2. Prepare e desenvolva a sua apresentação

O primeiro passo, e imprescindível, para se dar a conhecer às empresas é fazer um bom currículo e uma carta de motivação/apresentação.

Deve ler com atenção as vagas para as quais vai estar a concorrer, verificar se as suas competências preenchem os requisitos do que a empresa está à procura e tentar adaptar o seu currículo e carta de apresentação.

Apresente um CV com traços diferenciadores, para que se possa assim destacar dos outros candidatos. Contudo, a originalidade deve ser utilizada com parcimónia e de acordo com a posição e empresa a que se candidata.

 3. Procure de forma organizada e regular

E como procurar trabalho dá trabalho, é importante que organize os seus dias, que determine quantas horas e qual o horário que vai dedicar à procura de novas oportunidades e comprometer-se com isso.

Procure diariamente anúncios de emprego e aproveite para enviar candidaturas.

 4. Tire partido do mundo digital 

Com ou sem coronavírus, as ofertas de emprego continuam a ser maioritariamente feitas através da internet, por isso, aproveite para usar e abusar deste recurso. Por exemplo, nas próprias plataformas de emprego, defina alertas das ofertas, filtrando por regiões, funções e setores de interesse.

Para aém disso deve aproveitar para fortalecer a sua rede contactos, o chamado networking, e apostar em novos contactos com profissionais que se identifique. Por exemplo, uma maneira de conhecer pessoas do seu setor é participar em fóruns e lives das suas áreas de interesse.

 5. Prepare-se para as entrevistas 

Se já conseguiu uma entrevista de emprego, saiba que o processo ainda não terminou e que deve preparar-se para o grande momento, a entrevista.

Determine como se pretende apresentar e o que pretende dizer sobre as suas experiências e expectativas. Para além disso, é fundamental que procure saber o máximo de informação possível sobre a empresa e sobre a oferta em questão. Aproveite ainda para simular algumas respostas-tipo.

Dada a pandemia do novo coronavírus e a necessidade do distanciamento social, é muito provável que faça a sua entrevista de forma virtual. Por isso, garanta que a sua internet está a funcionar bem, que está num local adequado (silencioso e bem iluminado) e que tem a plataforma onde vai ser realizada a entrevista instalada e a funcionar adequadamente. É também importante que não descure da imagem, vestindo-se adequadamente.

 6. Aposte na sua formação 

Enquanto aguarda a sua oportunidade para entrar no mercado de trabalho, dedique algum do seu tempo livre ao desenvolvimento das suas capacidades profissionais, através de cursos, formações online e workshops. Assim, vai conseguir aumentar a probabilidade de conseguir um emprego, uma vez que vai estar a ganhar novas competências.

Como dica extra, se tiver entre os 18 e os 30 anos, inclusive, pode concorrer a ofertas de estágios profissionais que são um apoio do IEFP à (re)inserção profissional através do desenvolvimento de uma experiência de formação prática em contexto de trabalho.

Numa possível situação de desemprego, procure saber se tem direito ao subsídio de desemprego, qual o valor e durante quanto tempo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.