A Tricuríase é uma infeção causada pelo parasita Trichuris trichiura, o terceiro parasita mais comum no ser humano, um nematódeo de aproximadamente 4 centímetros de comprimento, que habita o intestino grosso dos indivíduos infetados.

A infeção por Trichuris trichiura é frequente em países com clima tropical e baixas condições sanitárias. A via fecal-oral é a principal forma de transmissão quando consumimos água ou alimentos contaminados. Os indivíduos infetados podem manter-se assintomáticos ou desenvolver sintomas como diarreia, dor e desconforto abdominal e náuseas. Em determinados casos clínicos pode surgir anemia.

O diagnóstico da Tricuríase é realizado a partir de uma simples recolha de fezes em recipiente próprio, o que poderá ser executado com facilidade em casa pelo doente, sendo entregue posteriormente no laboratório. O único requisito adicional é a exigência de se recolher três amostras de fezes, idealmente em dias alternados.

Em determinados casos é possível visualizar diretamente os parasitas nas fezes, o que facilita o diagnóstico. Nos restantes, é necessário apoio laboratorial. A observação ao microscópio de diferentes preparados de fezes permite a deteção dos ovos, quistos ou de parasitas. Com frequência, este tipo de exame tem de ser repetido em diferentes períodos de tempo, porque os parasitas apresentam ciclos de vida diversos e intermitentes. São também realizadas análises sanguíneas (hemograma completo) de forma a avaliar a anemia.

Uma vez identificado o parasita que está na origem da infeção, o tratamento é simples e regra geral eficaz, conseguindo-se a eliminação do parasita na grande maioria dos casos clínicos.

No intestino grosso, o Trichuris trichiura pode viver até cinco anos, pelo que o diagnóstico atempado é muito importante. A prevenção da Tricuríase é realizada através de medidas básicas de higiene como lavar as mãos antes de preparar refeições, antes de comer e antes e depois de ir à casa de banho.

Um artigo do médico Germano de Sousa, especialista em Patologia Clínica.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.