Uma investigação norte americana concluiu que os fumadores têm maior propensão para acumular gordura na zona abdominal podendo chegar, em média, a pesar mais cinco quilos do que pessoas
não-fumadoras.

Os resultados do estudo «Tobacco», apresentados pela Facilitas Healthcare, elucidam dos mitos mais populares, segundo o qual o tabaco emagrece. Este argumento é, aliás, um dos principais argumentos utilizados pelos fumadores.

«O consumo de tabaco está, normalmente, associado a hábitos pouco saudáveis. Em regra, os fumadores são menos conscientes da sua saúde e apresentam menor força de vontade do que os não fumadores, o que os torna mais vulneráveis ao ganho de peso», explica Marta Andrade, terapeuta de Cessação Tabágica da Facilitas Healthcare.

«Mesmo no caso dos fumadores que tentam levar uma vida menos sedentária, está comprovado que o tabaco gera dificuldades na criação de músculo, causa flacidez e implica uma respiração descoordenada que dificulta a atividade física», acrescenta ainda a especialista.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.