Durante um congresso que ocorreu nos Estados Unidos sobre microbiologia, percebeu-se que o sistema imunológico varia consoante os sexos.

Foi no ano de 1992, que este tema começou a ganhar destaque, após um surto que ocorreu de sarampo e onde acabou por causar a morte só a mulheres, deixando os homens livre desta doença. Foi a partir deste, que foram feitos vários estudos para perceber o porquê destas diferenças entre os sexos, como o caso do lúpus e da artrite reumatóide que continuam a ser muito mais frequentes nas mulheres.

Isto pode dever-se ao facto de as defesas das mulheres não estarem devidamente preparadas durante a gravidez e por isso, acabam por não conseguir proteger o bebé de algumas infeções.

Em relação às diferenças entre os sexos, destacam-se entre as mulheres e os homens as seguintes situações que provocam imunidade.

Mulheres:

Genética - Como são responsáveis por ter dois cromossomas X, isto faz com que os genes envolvidos se tornem mais imunes.

Hormonas - Sendo o estrogénio o responsável pela determinação de várias funções no corpo feminino, como e o caso da ovulação, isto evita que sejam as células a evitar os vírus.

Doenças - No caso do lúpus, este surge através da reação exagerada de células de defesa que acabam por atacar o corpo.

Leia mais: Fenómenos que a ciência ainda não consegue explicar

Homens:

Genética - Como tem apenas um cromossoma X, isto faz com que as reações das defesas às ameaças sejam mais esporádicas.

Hormonas - Como a testosterona é essencial para os órgãos reprodutores masculinos, estes acabam por conter as inflamações e assim sofrerem alterações patológicas no corpo.

Infeções - Os homens tem mais facilidade em sofrer infeções de bactérias e fungos, especialmente quando são mais pequenos.

Leia mais: Como resolver os problemas de sono com a ciência

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.