A puberdade é considerado um marco no desenvolvimento físico de qualquer pessoa, marcando a transição para a idade adulta. Geralmente as crianças atravessam a fase da puberdade no início da adolescência. No caso das raparigas esta transformação inicia-se entre os 11 e os 14 anos, e nos rapazes entre os 12 e os 16. Mas nem sempre é assim.

Existe uma minoria de casos em que uma criança pode sofrer de uma condição rara chamada puberdade precoce, a partir dos 2 anos de idade.

Quando pode ocorrer?

Especialistas acreditam que a puberdade precoce acontece antes dos 8 anos para as meninas e 9 anos para os meninos.

Quais as causas?
A puberdade precoce é uma condição médica que causa uma libertação antecipada de hormonas da hipófise e das zonas do hipotálamo no cérebro, que por sua vez estimula a produção de estrogénio, causando o início da puberdade precocemente.

A obesidade, meninas que nascem com baixo peso ou que estão expostas a químicos que alteram os estrogénios são outras das causas. As menos frequentes estão ligadas à presença de tumores no sistema nervoso central (como por exemplo, tumores nos ovários). No caso dos meninos, as causas são orgânicas para mais de 50% dos casos, como tumores no sistema nervoso central e testículos.

Quem é mais afetado?
As meninas são mais afetadas em comparação com os meninos.

Sinais de puberdade precoce
No caso das raparigas, há um aumento das mamas, aparecimento de pelos púbicos e axilares, odor mais intenso nas axilas, crescimento acelerado, assim com um aumento na oleosidade da pele, borbulhas e acne.

Noss rapazes verifica-se um aumento dos testículos, pelos púbicos e axilares, alteração do comportamento com tendência para a agressividade, crescimento acelerado, borbulhas, acne e mudança no timbre de voz.

Tratamento
Os tratamentos podem ser feitos através do bloqueio hormonal, que têm como objetivo final a regressão e a estabilização das hormonas. O tratamento é feito de forma injetável, uma vez por mês.

Se a origem da puberdade precoce for de orgiem periférica (tumores), o tratamento é diferente e passa pela remoção do tumor e uso de medicação com efeito bloqueador.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.