Chama-se alli, é o primeiro medicamento de venda livre para a perda de peso e está disponível em Portugal desde Março de 2009. Saiba como e quando tomá-lo.

É um medicamento não sujeito a receita médica para ajudar a perder peso, à venda em farmácias.

É uma espécie de versão light do Xenical, o famoso fármaco para o tratamento da obesidade vendido apenas sob prescrição médica.

Destina-se a adultos com um Índice de Massa Corporal (IMIMC) igual ou superior a 28 kg/m2 e deve ser utilizado com uma dieta baixa em calorias e gorduras. Por isso, é vendido com um programa que inclui receitas e outras ferramentas que ajudam o utilizador a reduzir o consumo calórico.

Que resultados consegue?

De acordo com mais de 100 ensaios clínicos, quando associado a uma dieta baixa em calorias e em gorduras ajuda a perder 50% mais de peso do que se fizer uma dieta isolada. Ou seja, por cada 2 kg que perca com uma dieta de baixo teor calórico, o alli pode ajudar a perder um quilo extra.

Como funciona?

O efeito deve-se ao seu princípio activo (orlistato) que actua a nível intestinal, impedindo a absorção de cerca de 25% da gordura ingerida. A gordura não absorvida é eliminada pelas fezes.

Tem contra-indicações?

Não deve ser associado a uma dieta com elevado teor em gordura, caso contrário pode provocar reacções gastrointestinais adversas, como diarreia ou flatulência acompanhada por secreções gordas involuntárias. Para além disso, no caso de ter qualquer problema de saúde ou estar a tomar outros fármacos, deve consultar o médico antes de tomar o alli.

Eu posso tomar?

Sim, se tiver um IMC acima de 28 kg/m2. Para calcular o seu IMC, divida o seu peso (em kg) pela sua altura (em metros) ao quadrado ou então use a nossa ferramenta de cálculo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.