Escolher uma altura certa para  a criança deixar de usar fraldas é sempre difícil, pois tem de estar preparada e também os pais devem estar mais disponíveis. 

Uma boa altura para esta mudança ocorrer é durante as férias, mas desde que os pais se predisponham a ter tempo e paciência e a seguir os progressos da criança qualquer momento é adequado. O abandono das fraldas não será um processo fácil, é bom que esteja ciente deste facto.

Em geral, esta etapa acontece entre os 18 e os 24 meses, dependendo da maturidade da criança e da altura em que já percebe o significado das palavras «xixi» e «cocó». Por isso, cabe-lhe mentalizar o seu filho de que terá de trocar as fraldas pelo bacio.

Para que a passagem seja mais fácil, mostre-lhe as vantagens que o bacio oferece em oposição aos inúmeros incómodos das fraldas e não se esqueça de lhe fazer ver que está a crescer, sendo cada vez mais responsável e adulto. E que passará a usar cuecas, tal como os crescidos. Explique-lhe igualmente, que os outros meninos estão a passar por uma situação em tudo semelhante.

Na hora do bacio

Agora que a decisão está tomada, está na altura de comprar um ou
dois bacios. Este momento será certamente importante para o seu filho,
já que sentirá que está a fazer parte do processo, o qual será mais
fácil se tiver um bacio ao gosto dele.

Pode encontrá-los no mercado sob várias formas, cores e feitios
(animais, cadeiras ou mesmo baloiços). Deixe que seja ele a decidir qual
prefere. De seguida, coloque o bacio num lugar acessível, para que a
criança crie um certa autonomia e possa ir buscá-lo sempre que sentir
necessidade.

É sabido que as crianças não gostam de ficar muito tempo no mesmo
sítio a fazer a mesma coisa e esta é uma razão pela qual a «hora do
bacio» se torna uma tarefa tão complicada. Pode procurar formas de distração como um livro ou uma conversa
agradável, mas nunca obrigue o seu filho a passar horas intermináveis
sentado no bacio, nem se aborreça com ele se a aprendizagem não estiver a
decorrer como era desejável.

O controlo dos esfíncteres

A noite pode ser uma altura dramática, mas os pais têm de perceber que a criança não aprende a abandonar a fralda de noite e de dia em simultâneo. Isto porque só começa a controlar os esfíncteres entre os três e os quatro anos e a capacidade de reter a urina não se aprende, adquire-se com a maturidade.

Essa mudança só deve acontecer quando a fralda da noite começar a aparecer seca, o que é sinal que a criança está preparada para a nova etapa, a de acordar quando tem vontade de ir à casa de banho.

Porém, como já referimos, nem todas as crianças atingem a maturidade na mesma altura. Por outro lado, se o seu filho já tiver cinco anos e continuar a insistir em não usar o bacio, a melhor opção será retirar-lhe as fraldas, mesmo que isso implique alguns lençóis molhados a meio da noite durante um certo período. Se o processo for mais lento que o esperado, a calma e a compreensão são a melhor forma de lidar com a situação.

De qualquer modo, é aconselhável que reduza a quantidade de líquidos ingeridos ao jantar e durante a noite e que insista para que ele faça «xixi» antes de se deitar, ao mesmo tempo que mantém o bacio perto da cama. Assim, com muita calma, vai ver que o seu filho acabará por abandonar as fraldas durante o dia, primeiro, e à noite, depois.

10 regras eficazes

Na hora de substituir as fraldas pelo bacio, siga os nossos conselhos e tudo será mais fácil:

1. Nunca obrigue o seu filho a estar no bacio, se ele não quiser

2. Mostre o seu contentamento e felicite-o sempre que ele procurar o bacio de livre vontade, aumentando-lhe a autoconfiança

3. Quando a criança estiver no bacio, abra a torneira, para que o barulho da água a estimule a urinar

4. Cantar enquanto ela está no bacio pode ajudá-la a distrair-se e tornar a tarefa mais fácil e agradável

5. Quando o seu filho cometer um deslize, não se mostre desapontado; converse com ele e desdramatize a situação

6. À noite, permita que ela durma com fralda. Durante o dia, opte, numa primeira fase, por colocar à criança fraldas que descem e sobem como se fossem cuecas

7. Verifique a roupa da criança. Se estiver seca, felicite-a, para que ela saiba que é positivo não fazer xixi nas cuecas

8. Quando a criança abandonar a fralda, nunca mais deve voltar a colocá-la, independentemente de algumas infracções

9. Antes de sair de casa para um passeio, pergunte-lhe se quer ir à casa-de-banho. Previna-se e leve uma ou duas mudas de roupa

10. Se após ter tentado tudo, a criança continuar a resistir ao bacio, consulte um pediatra

Texto: Lúcia Alves

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.