O rastreio organizado do cancro do colo do útero é uma medida de saúde pública que tem como objetivo reduzir a incidência e mortalidade associada a esta neoplasia. A infeção persistente por HPV é condição necessária para que haja progressão para neoplasia intra-epitelial cervical e desenvolvimento de cancro. Estima-se que o aparecimento do cancro do colo do útero ocorra 5 a 20 anos após o início da infeção pelo HPV.

O rastreio permite identificar e tratar precocemente lesões precursoras. Atualmente, pode ser realizado por vários métodos: citologia convencional, citologia em meio líquido e o teste do HPV ou associação dos dois últimos. Estudos concluem que o rastreio nas mulheres entre 20 e 24 anos apresenta pouco efeito sobre as taxas de incidência do cancro do colo do útero. As linhas de orientação europeia, no que diz respeito à citologia convencional (esfregaço de papanicolau) em mulheres não incluídas em situações especiais, aconselham a sua realização de 3 em 3 anos entre os 25 e os 65 anos, uma vez que intervalos mais curtos não apresentam benefício na diminuição da mortalidade. No entanto, deve ser realizada anualmente, com o profissional de saúde, uma avaliação ginecológica de modo a identificar casos particulares.

Uma recomendação de:

Colégio da Especialidade de Ginecologia-Obstetrícia da Ordem dos Médicos

Colégio da Especialidade de Anatomia Patológica da Ordem dos Médicos

Mais informações em: https://ordemdosmedicos.pt/citologia-cervical-esfregaco-de-papanicolau-em-mulheres-entre-os-25-e-65-anos-de-idade/

Choosing Wisely Portugal – Escolhas Criteriosas em Saúde é um programa global de Educação para a Saúde que tem como principal objetivo promover escolhas em Saúde baseadas na melhor evidência científica disponível, promovendo a utilização adequada de exames complementares de diagnóstico e reduzindo o número de intervenções desnecessárias, sem eficácia/evidência comprovada e/ou com uma relação risco-benefício desfavorável.

O programa Choosing Wisely Portugal – Escolhas Criteriosas em Saúde preconiza, além de informações dirigidas aos profissionais de saúde, a criação de materiais pedagógicos destinados aos doentes que transmitam as recomendações em linguagem acessível, de forma a promover a literacia em Saúde e contribuir para decisões partilhadas em Saúde.

A informação apresentada nesta recomendação tem um propósito informativo e não substitui uma consulta com um médico. Caso tenha alguma dúvida sobre o conteúdo desta recomendação e a sua aplicabilidade no seu caso particular, deve consultar o seu médico assistente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.