Mais de 66% dos portugueses tem falta de vitamina D. No arquipélago dos Açores, devido à nebulosidade, essa percentagem sobe para os 82%, alerta um estudo, realizado por um grupo de investigadores portugueses. O trabalho, publicado na revista especializada Archives of Osteoporosis, resulta de uma parceria entre a Faculdade de Medicina de Coimbra e a Nova Medical School, em Lisboa. Mas será que todas as pessoas têm as mesmas necessidades diárias de vitamina D?

Bruno Fonseca, especialista em nutrição, emagrecimento, hipertrofia e longevidade, presença assídua no programa de televisão brasileiro "Saúde e você", responde à pergunta e sublinha a importância de a saber dosear. "A vitamina D é a principal hipovitaminose do mundo", afirma o especialista, que, no vídeo que se segue, alerta, no entanto, para os perigos da sua ingestão excessiva, em alimentos e em suplementos alimentares, uma situação que pode ser prejudicial para a saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.