Nalguns países, chamam-lhe a doença da primavera. À medida que os dias vão aumentando e as temperaturas subdindo, podem surgir problemas de ansiedade, fadiga, dificuldades de concentração, irritabilidade, dores de cabeça e até alterações de humor. Se os sintomas persistirem com o passar do tempo, podem ser um sinal de alerta e indiciadores de problemas da tireoide, que afeta muitos homens mas ainda mais mulheres.

Hipotiroidismo, hipertiroidismo, tiroidite de Hashimoto, tiroidite linfocítica crónica ou doença de Graves, nódulos e bócio são os problemas mais comuns, frequentemente associados a problemas de peso, a um mau funcionamento do intestino, ao inchaço abdominal, à fadiga e ao stresse, sintomas também comuns a muitas outras patologias. Um simples exame sanguíneo é suficiente para obter um diagnóstico.

O hipotiroidismo é uma doença em que a glândula tiróide funciona de forma anómala e produz muito pouca quantidade de hormona tiroidea. Para diminuir o seu risco, nesta ou em qualquer outra estação do ano, siga estas três recomendações:

1. Faça check-ups periódicos

É aconselhável fazer um uma vez por ano mas, a partir de uma certa idade e durante a gravidez, no caso das mulheres, é necessário aumentar o controlo. O hipotiroidismo costuma aparecer em mulheres a partir dos 40 anos, durante a gravidez e no pós-parto.

2. Conheça os sintomas

Os sinais mais evidentes são o cansaço e o esgotamento físico e, às vezes, mental. Outros sinais indiciadores podem ser a pele seca, a perda de apetite, a queda de cabelo, falhas de memória, dores e cãibras musculares, salivação escassa, aumento de peso, vista turva, intolerância ao frio e alterações menstruais.

3. Investigue os seus antecedentes hereditários

É conveniente conhecer a presença desta doença na sua família atual, bem como nas gerações anteriores, já que o fator genético é um dos mais comuns no hipotiroidismo, advertem os especialistas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.