Por detrás de um problema de retenção de líquidos, podem esconder-se doenças renais, hepáticas ou cardíacas, como alertam muitos médicos, nacionais e internacionais, pelo que é sempre conveniente que seja um especialista a fazer o diagnóstico preciso do problema e das suas causas, que podem ser de várias origens. Quando a retenção começa a aparecer de forma intermitente, está na altura de procurar ajuda.

É importante tratar o problema antes que ele se torne crónico, uma vez que nesse caso a paciente passará a depender de terapias que obriguem o organismo a eliminar o líquido excedente para o resto da vida. E, como é óbvio, deverá seguir uma dieta alimentar que estimule e promova essa mesma eliminação. O excesso de sódio, presente no sal, tão apreciado pelos portugueses, é o principal inimigo a combater.

Há dois minerais que partici­pam no equilíbrio hídrico do organismo, o potássio e o sódio. São necessários para controlar a pressão do sangue e o ritmo cardíaco, transportar nutrien­tes para as células e evitar que os líquidos a mais fiquem reti­dos no organismo. O excesso de sódio, muito presente no sal, quebra esse equilíbrio e favorece a retenção. Por ou­tro lado, ingerir alimentos ricos em potássio ajuda a restaurar o equilíbrio.

A proporção ideal seria ingerir cinco vezes mais potássio (presente em frutas e verduras) do que sódio. Tenha, por isso, em conta os seguintes conse­lhos nutricionais para evitar a retenção de líquidos:

- O sal é a principal fonte de sódio. Portanto, tente reduzir a ingestão de sal às refeições.

- Opte por especiarias e ervas aromáticas para temperar as suas receitas.

- É recomendável ingerir alimentos ricos em potássio e alimentos que tenham um elevado conteúdo de hidratos de carbono complexos, como a massa e o arroz.

- É muito importante beber cerca de dois litros de água por dia.

- Ingira uma percentagem elevada de proteínas, presentes nas carnes magras e de aves, ovos, lacticínios, leguminosas, cereais e peixe. O fígado precisa de proteínas para produzir albumina, uma substâncias necessária para que os fluidos não se acumulem nos tecidos e causem retenção.

- As infusões com diuréticos suaves, como a de cavalinha, ajudam a melhorar o problema, forçando a eliminação de líquidos através da urina.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.