As dietas podem tornar-se doenças.

Distúrbios alimentares como a anorexia nervosa e a bulímia são cada vez mais frequentes na nossa sociedade.

Estima-se que 1 em cada 9 raparigas adolescentes corre o perigo de desenvolver uma anorexia nervosa. São números assustadores que merecem a atenção de pais, educadores e clínicos.

Mas a mania das dietas não é exclusiva das mulheres mais novas. A alimentação desregrada e a falta de exercício físico são duas das principais causas do aumento de peso e do surgimento da celulite. As consequências são más para o corpo e imagem e péssimas para o equilíbrio psicológico, levando muitas vezes a soluções duvidosas.

Por todos esses motivos e mais algum, conheça aqui alguns sinais que podem pôr em risco a saúde e a vida.

  • Teimar em seguir uma dieta, mesmo sem excesso de peso.
  • Começar a apresentar mudanças físicas, sintomas de fraqueza, dores de cabeça ou tonturas persistentes.
  • Capacidade de raciocínio diminuída.
  • Comer em segredo.
  • Falar em comida o tempo todo.
  • Restringir a realização de certas actividades só por causa da comida ou fazer exercício físico excessivo.
  • Ter pânico das refeições.
  • Uso constante de roupas largas para esconder a magreza.
  • Utilização de laxantes ou indução de vómitos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.