Segundo alguns dados epidemiológicos, um terço dos cancros está de forma direta ou indireta relacionada com a nossa alimentação. Dessa forma, torna-se de grande relevância a necessidade de por em prática um estilo de vida saudável, onde práticas alimentares adequadas sejam introduzidas e permaneçam ao longo do tempo.  Não existem "alimentos milagrosos", pelo que é fundamental ter uma alimentação completa, equilibrada a variada. Todavia, a investigação científica têm vindo a destacar algumas práticas saudáveis, que estão associados de forma positiva à prevenção do aparecimento de cancro:

- A ingestão de sumo de romã, pela sua riqueza nutricional;

- A ingestão de chá verde, pela sua riqueza em epigalocatequina-3-galato;

 - A ingestão de pequenas quantidades de vinho, em particular o vinho tinto maduro de boa qualidade;

 - A utilização de curcúma (raiz), também conhecido como gengibre amarelo, presente em algumas variedades de caril que condimentam as refeições; - O selénio, sal mineral antioxidante, abundante em alimentos como o marisco, as vísceras;

- O tomate, pela sua riqueza em licopeno;

- O alho e a cebola;

 - As fibras alimentares, presente em alimentos integrais (ex.: pão integral);

 - A quercitina, presente em alimentos como o cacau, a pimenta;

 - A prática regular de exercício físico.

Dra. Joana Pinheiro (nutricionista)

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.