Além de ajudar quem tem disfunção eréctil, o princípio activo do Viagra talvez se revele um bom amigo de outra parte importante do aparelho reprodutor masculino: a próstata - em especial quando afectada pelo cancro.

Isso porque, de acordo com um novo estudo, a droga pró-erecção também é capaz de aumentar a eficácia da quimioterapia contra tumores da próstata. O sildenafil, como é conhecido, minimiza efeitos colaterais do tratamento contra o cancro.

O Viagra também é capaz de aumentar a eficácia da quimioterapia contra tumores da próstata, aponta o estudo Os resultados foram obtidos com células cultivadas em laboratório e em testes com ratos. Portanto, não é nem de longe recomendável que pessoas com a doença passem a utilizar o sildenafil por conta própria, uma vez que falta ainda validar a descoberta em seres humanos.

A droga que foi empregue juntamente com o princípio activo do Viagra é a doxorrubicina, usada contra o cancro da próstata, ovário e mama, entre outros.

Apesar de relativamente eficaz, ela provoca a queda de cabelo, náusea, vómitos e problemas cardíacos em quem a utiliza.

Por outro lado, já se sabia que a mesma substância do organismo bloqueada pelo sildenafil durante a sua acção «eréctil» também é muito activa em tumores. Já havia a promessa, portanto, de que o Viagra e outras drogas parecidas pudessem ter esse efeito positivo. Foi o que mostrou a equipa da Universidade da Comunidade da Virgínia (EUA) liderada por Rakesh Kukreja.

Num estudo que sairá na revista científica PNAS, Kukreja e os colegas aplicaram com sucesso a dupla de drogas contra células tumorais e contra tumores de próstata implantados em ratos.

O que observaram, em suma, é que a combinação de substâncias aumenta a morte de células cancerígenas, ao mesmo tempo em que protege o coração dos roedores de maiores danos.

O mecanismo pelo qual isso acontece ainda não está claro, mas é possível que o uso desenfreado de oxigénio por parte das células tumorais tenha algo a ver com o efeito. O plano, agora, é passar para testes em pessoas.

Fonte: Diário Digital /LUSA

2010-09-28

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.