“Ganhar competências é a melhor resposta que se pode dar à crise, pois é uma questão que depende apenas de nós. O conhecimento aplicado leva a saltos qualitativos na saúde e exemplo disso é reconhecimento do trabalho dos profissionais portugueses”, afirma o Ministro da Saúde, Paulo Macedo, na entrega dos Prémios Hospital do Futuro, que decorreu em 12 de novembro, na Universidade Católica Portuguesa de Lisboa.

Na cerimónia de entrega de Prémios Hospital do Futuro, que teve lugar no decorrer da 20.ª Conferência SInASE, Paulo Macedo também sublinhou que “a inovação em saúde é uma constante em Portugal”, daí “o Ministério da Saúde ter apostado na criação da Plataforma de Dados da Saúde no Portal do Utente”.

A deputada Maria de Belém Roseira também defende a necessidade de se investir na sabedoria e no conhecimento, “pois a conjuntura não é impeditiva da inteligência, mas incita à mesma, principalmente neste setor”. A deputada e ex-ministra da Saúde salientou também a importância da língua portuguesa no contexto da inovação, tendo realçado, nesse sentido, a presença do Bastonário da Ordem dos Médicos de Angola, Carlos Alberto Pinto de Sousa.

Os Prémios Hospital do Futuro tiveram, este ano, duas novidades. A categoria “Grande Idade”, que visava reconhecer os trabalhos que mais se distinguiram na resposta às necessidades dos mais idosos e a componente “Reconhecimento Social”, que destacou os projetos concorrentes do ano passado, que obtiveram mais comentários na Rede Social do Fórum Hospital do Futuro.

Veja aqui os vencedores

13 de novembro de 2012

@SAPO


Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.