Desde que foi criado, em 1997, por um grupo de pais norte-americanos, este símbolo passou a ser utilizado por uma quantidade enorme de organizações espalhadas por todo o mundo. E dourado, porquê? Porque representa o quão preciosas as crianças são.

Setembro foi o mês escolhido para promover a sensibilização para o cancro infantil, a nível mundial.

A Fundação Rui Osório de Castro, que há já alguns anos apoia este movimento, quer homenagear os vários heróis desta “história”:

- as crianças e adolescentes que hoje lidam corajosamente com o cancro;
- as crianças e jovens que já o superaram;
- as crianças e jovens que, apesar de superada a doença, lidam diariamente com as suas sequelas físicas e emocionais;
- as famílias que, sem alternativa, vivem e acompanham esta dura realidade;
- as crianças e jovens que não conseguiram superar a doença e que, infelizmente, já não estão entre nós;
- os profissionais de saúde, investigadores e os voluntários que dedicam o seu dia a dia a esta causa.

Junte-se a esta homenagem e partilhe o laço dourado. Use o laço dourado ou vista-se de dourado. O importante é que passe a palavra, para fazer chegar esta mensagem ao maior número de pessoas.

Durante este mês, a Fundação apela: "Juntos, podemos fazer a diferença na luta contra o cancro infantil".

Fonte: PIPOP

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.