Cientistas da Universidade de Sydney, Austrália, concluíram que as pessoas com dores crónicas na coluna vertebral apresentam uma possibilidade 13% superior de morrer prematuramente do que todas as outras pessoas.

O estudo foi publicado no “European Journal of Pain” e contou com a participação de 4.390 gémeos dinamarqueses com mais de 70 anos.

Segundo o Paulo Ferreira, um dos responsáveis pela investigação e professor associado da Faculdade de Ciências da Saúde daquela universidade, a descoberta é "um achado significativo porque muitas pessoas consideravam que a dor na coluna não representava qualquer perigo de vida".

Os investigadores ressalvam que são necessários mais estudos para reforçar esta conclusão, até porque não foi estabelecida uma relação de causalidade entre a dor na coluna e o aumento da mortalidade por todas as causas.

Mathew Fernandez, autor principal do estudo, igualmente da Faculdade de Ciências da Saúde, comenta que "com a população a envelhecer rapidamente, a saúde da coluna vertebral torna-se crucial para manter a independência numa idade mais avançada, evidenciando a importância da dor na coluna como um sintoma a apresentar no âmbito dos cuidados de saúde primários".

Tem dores nas costas? 10 dicas para que a mala não seja um pesadelo

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.