O objetivo, segundo ele, é melhorar as relações das pessoas. "Há estudos que mostram que o sexo é bom para a saúde", declarou à agência de notícias France Presse Per-Erik Muskos, vereador de 42 anos da cidade de Overtornea, depois de ter apresentado uma moção política para criar essa pausa de uma hora remunerada.

O político afirma que atualmente os casais não passam tempo suficiente juntos. "É uma questão de ter melhores relações sentimentais", insiste.

Contudo, Muskos admite que não é fácil provar que os funcionários estão a utilizar a sua hora extra para fazer outras coisas que não passar tempo com o parceiro ou parceira. "É preciso confiar nos funcionários", acrescenta o vereador.

Muskos disse ainda que não vê motivos para que a sua moção não seja aprovada.

Atrás dos finlandeses e dos franceses, os empregados suecos são os que menos trabalharam na Europa em 2015, uma média de 1.685 horas, segundo um estudo do instituto de pesquisas Coe-Rexecode.

Leia também10 razões saudáveis para fazer sexo todos os dias

Saiba mais8 curiosidades sobre os efeitos do sexo no cérebro

Conheça aindaAlimentos que aumentam a libido

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.