Entre os cinco suspeitos indiciados pelas autoridades italianas está o empresário e fundador do grupo, o magnata Mario Pianesi, escreve a radiotelevisão britânica BBC.

Mario Pianesi é acusado de manipular os seguidores de uma dieta que ele próprio inventou. Segundo a imprensa italiana, Pianesi diria que a dieta "Ma-Pi", nome dado ao seu regime alimentar, proporcionaria "curas milagrosas". Uma mulher chegou a pesar 35 kg como resultado da adesão ao este regime alimentar, segundo a imprensa local.

Adicione-os à sua dieta: estes são os 20 vegetais mais saudáveis
Adicione-os à sua dieta: estes são os 20 vegetais mais saudáveis
Ver artigo

A BBC escreve que a investigação começou em 2013, depois de uma jovem deixar a seita e denunciar o empresário à polícia.

As autoridades descobriram que os fiéis a Mario Pianesi além de terem de pagar pela dieta, eram coagidos a fazer doações e a trabalhar longas horas sem receber qualquer pagamento.

"Lavagens cerebrais"

Pianesi, um famoso empresário do ramo da macrobiótica em Itália, é conhecido por fazer longos discursos defendendo a doutrina da sua dieta.

Segundo as autoridades policiais, os líderes da seita manipularam pessoas com problemas de saúde mental, persuadindo-as a afastarem-se da medicina tradicional. "Faziam lavagens cerebrais", escreve a imprensa italiana.

Desenvolvida na década de 1920 pelo filósofo japonês George Ohsawa, a dieta macrobiótica tem por base a redução do consumo de produtos de origem animal e preconiza o consumo de alimentos orgânicos, cultivados localmente, e a sazonalidade.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.