O acesso ao conhecimento sobre nutrição na sociedade de informação é tema do I Congresso Internacional de Nutrição e Alimentação, que se realiza hoje e sexta-feira em Lisboa, onde são esperados mais de 1.700 participantes. A organização da iniciativa, que decorre no Centro de Congressos de Lisboa, está a cargo da Associação Portuguesa de Nutrição (APN), mas o congresso é patrocinado por marcas de comidas e bebidas como a McDonald's e a Coca-Cola.

15 alimentos que libertam o organismo de toxinas
15 alimentos que libertam o organismo de toxinas
Ver artigo

Mas devem os nutricionistas participar em eventos patrocinados por companhias que produzem alimentos nocivos para a saúde?

Um nutricionista que pediu ao jornal Público para não ser identificado recorda que os profissionais acabam por ser confrontados com "marcas que comercializam alimentos processados, suplementos e produtos drenantes".

Feira alimentar ou congresso?

Estas marcas "promovem tômbolas em que recolhem os dados das pessoas que depois bombardeiam com marketing". "Parece uma feira alimentar mais do que um congresso de nutrição. As pessoas saem de lá com sacos cheios de sopas instantâneas, iogurtes, refrigerantes, gelados. É uma espécie de hipermercado", denuncia.

À Lusa, a presidente da APN, Célia Craveiro, explicou que, além de uma "troca de experiências de boas práticas", o congresso pretende debater de que forma as novas tecnologias de comunicação, como as redes sociais, podem ser usadas a favor dos nutricionistas para transmitir a informação mais correta.

Célia Craveiro admitiu que os nutricionistas têm dificuldade em 'passar a mensagem', em "simplificar aquilo que não é simples" e lembrou que num mundo cada vez mais ávido de informação, e de forma rápida, nem sempre essa informação é filtrada.

A nutrição e a alimentação têm suscitado um "enorme interesse" nas pessoas, mas, segundo Célia Craveiro, há "muita desinformação".

No congresso será abordada também a nutrição personalizada, a rotulagem e o 'marketing' alimentar e apresentado o novo método de etiquetagem de alimentos pré-embalados em França, o NutriScore.

O método, que avalia um alimento do menos ao mais favorável no plano nutricional numa escala de cinco cores e cinco letras, visa facilitar a compreensão da informação nutricional afixada nas embalagens.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.