De acordo com o Instituto, a situação deve-se a uma depressão centrada na região de Marrocos, que transporta na sua circulação poeiras em suspensão provenientes do norte de África.

A depressão, segundo o IPMA, deverá afetar uma vasta região desde a Tunísia até às Canárias, passando pelo sul da Península Ibérica e pelo arquipélago da Madeira.

O Instituto realça em comunicado publicado na sua página da Internet, que esta situação, que começou na terça-feira, se tem traduzido, “num tom amarelado do céu” e que “deverá diminuir gradualmente ao longo dos próximos dias”.

“Prevê-se que as poeiras continuem a afetar a região Sul e parte da região Centro, do continente, e a Madeira, até sexta-feira”, acrescenta.

Trata-se de um fenómeno natural que afeta a qualidade do ar ambiente, e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) estima que pode contribuir para um aumento das concentrações de partículas em suspensão.

Risco de doenças e cuidados a ter

Estas partículas podem entrar no aparelho respiratório e constituem, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), um risco para a saúde ao aumentar a mortalidade nas infeções respiratórias e causar doenças, como cancro do pulmão, ou problemas cardiovasculares.

Durante a ocorrência destes episódios, a Direção-geral da Saúde (DGS) recomenda que sejam evitados esforços prolongados, limitando a atividade física ao ar livre. Crianças, idosos e doentes com problemas respiratórios ou cardiovasculares devem ainda permanecer dentro dos edifícios com as janelas fechadas. Noutras ocasiões a DGS tem explicado que, em Portugal, durante os meses de primavera e de verão, há com maior frequência a presença de partículas na atmosfera provenientes das zonas áridas do Norte de África, nomeadamente dos desertos do Sahara e Sahel, sendo a maioria destas partículas de origem natural.

O IPMA indica que para hoje está prevista a “possibilidade de ocorrência de aguaceiros no sotavento algarvio e no interior do Baixo Alentejo que, a ocorrerem, terão como consequência a deposição das poeiras à superfície (normalmente bem visível sobre os automóveis)”.

Veja ainda: Os 10 lugares mais poluídos do mundo

Saiba também: 15 consequências das alterações climáticas

Notícia atualizada às 09h39

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.