A Associação Portuguesa de Leucemias e Linfomas (APLL) promove a partir de segunda-feira a iniciativa “Pedalar contra o Linfoma” com uma “corrida virtual” no Facebook que pretende recolher fundos para apoiar os doentes e suas famílias.

Esta ação visa “aumentar a amplitude de mobilização e sensibilização” da população portuguesa para a patologia, reforçando o apoio a todos os que sofrem deste tipo de cancro, que se calcula ter uma incidência de “cerca de dois mil novos casos por ano”, só em Portugal.

A presidente da APLL, Isabel Barbosa, apela à solidariedade de todos os portugueses, salientando que “o apoio prestado pela associação é, no caso de muitos doentes, essencial à sua sobrevivência, pois muitos dos associados não têm meios económicos para adquirir alguns dos medicamentos de que necessitam”.

“Esta é uma situação que se agravou devido à crise que atravessamos. Por isso, mais do que nunca, precisamos do ‘pedal’ de todos para dar força à luta contra o linfoma”, acrescentou.

A partir de segunda-feira, os utilizadores do Facebook serão desafiados a percorrer os 240 metros de vasos sanguíneos que existem no corpo humano, recolhendo informação sobre os linfomas e superando vários desafios ao longo da sua corrida. O acesso à aplicação “Pedalar contra o Linfoma” é feito através de http://www.facebook.com/apllassociacao.

Em 2011, esta iniciativa permitiu à APLL conseguir perto de 18 mil fãs num espaço de dois meses. Este ano, a APLL conta novamente com o apoio da Roche Farmacêutica, que se compromete a doar um euro pelos primeiros dez mil “atletas” que se façam fãs na página da associação e que completem o pedalar Contra o Linfoma no Corpo Humano Facebook.

O habitual passeio de bicicleta que acontece no Porto, no âmbito do “Pedalar contra o Linfoma”, tem partida marcada para o dia 23 de setembro, às 10:00, no Parque da Cidade e exige inscrição prévia através de SMS até segunda-feira.

O linfoma é um tumor maligno que resulta do crescimento anormal de células do sistema linfático e é considerado umas das 10 principais causas de morte por cancro na Europa.

Os sintomas do linfoma são pouco específicos, porque são comuns a um grande número de doenças, o que dificulta o diagnóstico inicial. O sintoma mais frequente é o aparecimento de um gânglio linfático aumentado de tamanho, que não causa dor e pode estar localizado no pescoço, axilas ou virilhas. Outros sintomas que podem surgir são: suores intensos durante a noite, febre sem explicação, cansaço extremo e perda de peso inexplicável.Por vezes não existem quaisquer sintomas e o linfoma é descoberto de forma acidental durante um exame médico de rotina.

A APLL é uma associação sem fins lucrativos criada em 2001 por profissionais de saúde, doentes e familiares do Instituto Português de Oncologia do Porto.

Os seus principais objetivos são melhorar a qualidade de vida dos doentes e seus familiares, facultar apoio psicológico aos doentes e seus familiares e apoio financeiro aos doentes mais carenciados e organizar campanhas de diagnóstico precoce.

6 de setembro de 2012

@Lusa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.