Em comunicado, a agência das Nações Unidas para a saúde anunciou o novo plano, intitulado Iniciativa Global de Arboviroses, com o qual pretende evitar que as arboviroses – doenças transmitidas por insetos – provoquem uma nova pandemia.

Em causa estão doenças como a dengue, a febre amarela, a chikungunya e a zika, que ameaçam quatro mil milhões de pessoas “em países tropicais e subtropicais, como o Brasil e Angola”.

Segundo a agência da ONU, os surtos destas doenças “estão a aumentar no mundo.”

Citado no comunicado, o especialista da OMS Mike Ryan disse que o projeto “permitirá às autoridades de saúde de várias partes do mundo combater ameaças amplas, porém relacionadas”.

O médico alertou para a necessidade urgente de reavaliar como as ferramentas de combate à transmissão podem ser utilizadas para garantir uma resposta eficaz, profissionais formados e equipados e empenhamento das comunidades.

O foco é “concentrar recursos na monitorização do risco, na prevenção de pandemias, na deteção e na resposta”, afirma a OMS.

Para a agência da ONU, esta iniciativa é urgente devido “à frequência e à magnitude dos surtos” de arboviroses, em especial no caso das doenças transmitidas pelo mosquito ‘Aedes’.

A transmissão dessas doenças tem sido mais frequente devido às alterações climáticas, ao crescimento populacional e ao aumento da urbanização.

Segundo o comunicado, a dengue infeta anualmente 390 milhões de pessoas nos 130 países onde é endémica, podendo causar febre hemorrágica e até morte.

A febre amarela, que representa um alto risco de surtos em 40 países, causa icterícia, febre hemorrágica severa e até morte.

A chikungunya é menos conhecida, mas está presente em 115 países, causando artrite severa.

Já o vírus da zika ficou conhecido em 2016, quando uma epidemia causou deficiências em recém-nascidos e microcefalia, tendo sido detetada em 89 países.

A agência da ONU lembra que existe vacina para a febre amarela, mas não para as outras doenças, pelo que evitar a picada do mosquito é a melhor forma de prevenção.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.