“Nenhum caso confirmado de vírus de ébola foi assinalado durante a semana que terminou a 04 de outubro”, indicou a OMS, no seu último balanço de avaliação da situação da epidemia que atingiu a África Ocidental.

“É a primeira vez desde março de 2014 que o registo epidemiológico semanal não tem casos confirmados”, disse a agência da ONU.

Um surto de ébola na África Ocidental, com início em dezembro de 2013 e o mais grave desde 1976, provocou a morte a 11.312 e infetou 28.547 pessoas.

A quase totalidade dos casos mortais foi registada na Serra Leoa, Libéria e Guiné-Conacri.

A Libéria já foi declarada livre do ébola e a Guiné-Conacri e a Serra Leoa registaram alguns casos em setembro.

Segundo a OMS, os países são declarados livres de ébola se ao fim de 42 dias não for registado nenhum caso da doença.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.