"Ainda me sinto bem o suficiente e ainda tenho alegria... E continuo a sorrir junto da minha família e amigos e, por isso, acredito que ainda não é o momento adequado", explicou Brittany Maynard, de 29 anos, num novo vídeo divulgado na noite de terça-feira (em baixo).

"Mas (esse dia) chegará, porque sinto-me cada vez mais doente", afirmou.

Um porta-voz de Maynard disse há algumas semanas que a mulher planeia morrer a partir da ingestão de uma combinação letal de barbitúricos no dia 1 de novembro, devido às constantes dores de cabeça e outros efeitos do tumor.

Os médicos deram-lhe seis meses de vida quando detetaram a doença, no início do ano, e alertaram-na para uma possível morte "longa e dolorosa".

Após saber da notícia, Maynard e o marido decidiram mudar-se da Califórnia para o Oregon, um dos poucos estados que permitem a eutanásia.

No início de outubro, a jovem revelou o caso num vídeo divulgado nas redes sociais e que já foi visto por mais de nove milhões de pessoas.

A sua ideia é morrer na cama ao lado do marido, da mãe e de vários amigos, ouvindo a sua música preferida.

Um porta-voz da organização Compassion and Choices, assessor de Maynard, disse à AFP que a morte vai ocorrer dentro de duas semanas.

"Os ataques que Brittany sofre são cada vez mais frequentes e deixam-na cada vez mais fraca. A família está muito preocupada com o sofrimento dela", disse Sean Crowley.

"O dia 1 de novembro era uma data tentadora. Agora já estamos quase no início de novembro. Tudo depende da sua dor", acrescentou.

Maynard disse à revista People que a sua data limite é 19 de novembro, dia em que completa 30 anos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.