Mounira Omar tinha 32 anos quando sofreu um acidente de trânsito em 1991, no caminho para escola do seu filho em al-Ain.

Estas são as 10 principais causas de morte em Portugal
Estas são as 10 principais causas de morte em Portugal
Ver artigo

Omar, o filho, sobreviveu ao acidente e pôde testemunhar a sua mãe acordar quase três décadas depois, num hospital da Alemanha, para a mulher foi transferida.

"Sempre achei que a saúde da minha mãe melhoraria", disse Omar, de 32 anos, à agência de notícias France Presse numa entrevista por telefone.

"Muitos médicos disseram-nos para não esperar muito depois de 15 ou 20 anos em coma, mas eu nunca aceitei isso", acrescentou.  "Tudo está nas mãos de Deus e eu nunca perdi a esperança", admitiu.

Homem russo que quis tornar-se no "Popeye" pede para morrer por causa das dores
Homem russo que quis tornar-se no "Popeye" pede para morrer por causa das dores
Ver artigo

A recuperar na terra natal 

Agora com 60 anos, Mounira está em estado estável e em tratamento e fisioterapia nos Emirados Árabes Unidos.

A mulher acordou inexplicavelmente em maio de 2018, mas a sua família preferiu não divulgar informações por respeito à sua privacidade.

"Queríamos que a sua condição se estabilizasse antes de divulgarmos a nossa experiência" e compartilhá-la com outras pessoas na mesma situação, explicou Omar.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.