Kirill Tereshin foi durante alguns meses uma estrela na Internet por causa do seu porte físico. Só no Instagram, o jovem chegou a reunir dezenas de milhares de seguidores.

Porém, o aviso dos médicos confirmou-se: a substância que Kirill Tereshin injetou nos braços paralisou-lhe os movimentos dos membros superiores e levou-o a desenvolver uma necrose gangrenosa, um tipo de morte tecidual provocada pela falta de irrigação sanguínea.

Segundo o próprio, a substância injetada está a provocar-lhe dores intensas. "É o fim, peço a Deus que a minha alma saia do meu corpo, já não aguento mais", referiu o russo na rede social russa VKontactk, escreve a imprensa internacional.

 

O jovem diz ter usado um óleo conhecido por Synthol para aumentar o diâmetro dos seus braços. Em 10 dias, conseguiu incrementar em 25 centímetros a circunferência à volta dos bíceps. O Synthol é uma combinação de azeite, lidocaína e álcool benzílico.

Risco de amputação

Através do Instagram, Kirill Tereshin afirmava que os seus "braços de bazuca" continuavam a crescer, escreve o jornal "The Mirror", orgulhando-se dos membros superiores com 60 centímetros de diâmetro.

Porém, na altura das primeiras injeções, um médico alertou para a possibilidade de o jovem ficar com os braços paralisados.

"O risco não é imediato, mas ele provavelmente vai ter de ser amputado daqui a pouco tempo", advertiu há meses o médico Evgeny Lilin, um clínico consultado pelo jornal brasileiro "O Globo".

Numa das suas mais recentes publicações online, o jovem russo admitiu que estava em risco de ficar sem os braços por causa da substância que administrou nos dois membros superiores.