O trabalho, da autoria do médico Fernando Cunha Osório, que visa responder “à emergente realidade social de procura crescente de cuidados de saúde pelo doente idoso”, foi o vencedor da primeira edição do concurso “60 anos, novas ideias”, promovido pelo CHUSJ, no âmbito das comemorações dos 60 anos do hospital.

Segundo Cunha Osório, a cirurgia, em particular a oncológica, no doente em idade geriátrica deve integrar, de modo a acompanhar a evidência científica e as recomendações clínicas atuais de várias sociedades científicas internacionais, um programa protocolado e interdisciplinar de controlo de qualidade dos cuidados (onco)geriátricos perioperatórios.

Nos últimos cinco anos, no CHUSJ foram internados cerca de 12 mil doentes por ano com idade superior a 70 anos, que correspondem a 28% do total de internamentos, dos quais 35% foram submetidos a uma intervenção cirúrgica e destes 11% foram-no por uma doença oncológica.

Na primeira edição do concurso “60 anos, novas ideias”, o júri - constituído pelo conselho de administração do CHUSJ, pelos membros do Grupo de Trabalho das Comemorações dos 60 anos do CHUSJ e pelo Presidente da Direção da Associação de Voluntariado do Hospital de São João – selecionou seis de um total de 33 projetos propostos.

Numa cerimónia de entrega de prémios, hoje realizada, foram anunciados, além do vencedor, cinco menções honrosas e entregues certificados de participação a todos os concorrentes

O concurso “60 anos, novas ideias” teve como objetivos envolver os profissionais do CHUSJ e estimular a sua participação nas atividades da instituição, através da identificação e promoção de iniciativas que contribuam para um ambiente favorável à revitalização hospitalar, com a apresentação de projetos e/ou soluções que fomentem a inovação nas várias atividades desenvolvidas no hospital.

Os conteúdos das mais de 30 candidaturas submetidas a concurso incidiram sobre diversificados temas: humanização, segurança e satisfação dos doentes; inovação tecnológica e/ou organizacional; revitalização do espaço físico hospitalar; e medidas que promovam o bem-estar, a segurança, a motivação e a valorização dos profissionais.

Numa declaração enviada à Lusa, Sara de Sousa, terapeuta ocupacional do CHUSJ e elemento do Grupo de Trabalho das Comemorações dos 60 anos do CHUSJ, refere que o concurso “contou com um grande envolvimento e dedicação da comunidade hospitalar, pelo número de propostas a concurso e pela elevada qualidade das mesmas”.

“Saliento a preocupação e o carinho dos profissionais por esta casa, apresentando propostas de melhorias inovadoras e construtivas, focadas na promoção do conforto e das melhores condições de trabalho para todos os profissionais do CHUSJ e no superior interesse dos cidadãos que todos os dias por cá passam”, acrescenta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.