Segundo uma nota divulgada esta segunda-feira, a Malo Clinic vai focar-se "na sua atividade ‘core’ da Medicina Dentária", confirmando "o desinvestimento na atividade de SPA", anunciado em 2011.

Citado na nota, Sérgio Franco, administrador executivo da Malo Clinic e administrador da unidade do Luso, refere que "o projeto foi muito desafiante, tendo em conta as dificuldades que o setor atravessa há mais de uma década e que, não obstante o desinvestimento da Malo Clinic na atividade de SPA, em 2011, o desafio foi sempre assumido de forma muito empenhada."

Ainda segundo Sérgio Franco, o desenvolvimento da Malo Clinic obriga à focalização na sua atividade ‘core’ da Medicina Dentária, sendo esta separação uma decisão natural, que cria também uma oportunidade para que uma empresa especializada no Turismo de Saúde possa dar continuidade ao desenvolvimento do projeto, com maiores sinergias".

A Sociedade da Água do Luso anunciou em 2008 uma parceria com a Malo Clinic para a revitalização e posterior gestão das Termas de Luso, num investimento de três milhões de euros.

As duas organizações criaram uma empresa cujo capital era detido em 51% pela Malo Clinic, e em 49% pela Sociedade da Água do Luso, que passou a ser parceiro no projeto, embora a responsabilidade da gestão estivesse a cargo da primeira.

O projeto de gestão e exploração das termas assenta em quatro áreas principais: termas, centro médico, fisioterapia e Spa.

Passados oito anos, a Malo Clinic considera que as termas do Luso "foram transformadas numa moderna unidade, preservando, contudo, os seus ícones históricos de identidade".

O modelo definido para a exploração das Termas de Luso, garante a referida nota, "permitiu renovar as ofertas", indo ao encontro de novas necessidades e estilos de vida, com o objetivo de promoção da saúde e bem-estar, utilizando a água termal de Luso como elemento central.

"A estratégia implementada de renovação da oferta de serviços permitiu o reposicionamento das Termas de Luso, tendo merecido o reconhecimento pela atribuição de um prémio internacional em 2015 (ESPA - INNOVATION AWARDS) e a conquista de uma posição de topo no termalismo nacional. Em 2015 e segundo o relatório da ATP (Associação das Termas de Portugal), a Malo Clinic Termas Luso passou a ocupar a 4.ª posição no ranking setorial, em número de termalistas, tendo atingido 3.863 utentes".

Para José Luis Mata Torres, administrador da SAL, a parceria com a Malo Clinic durante os últimos oito anos foi importante para revitalizar as Termas de Luso.

"Temos hoje instalações modernas que respondem às necessidades plenas dos nossos clientes onde, para além de equipamento e profissionais de excelência, podem ainda desfrutar do ambiente e natureza incomparável da Serra do Bussaco, onde nasce a Água de Luso, bem como da beleza da Vila do Luso", conclui.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.