Em um comunicado, o tribunal "revogou, por ver afetados os direitos e as liberdades fundamentais, a ratificação das medidas acordadas" pelo Ministério espanhol da Saúde, as quais atingem 4,5 milhões de pessoas.

A pandemia de COVID-19 já provocou mais de um milhão e cinquenta e um mil mortos e mais de 35,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Espanha registou ontem 10.491 novos casos de COVID-19, dos quais mais de um quarto em Madrid, elevando para 835.901 o número total de infetados até agora no país, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

Por outro lado, as autoridades contabilizaram mais 76 mortes com a doença nas últimas 24 horas, aumentando o total de óbitos para 32.562. Madrid continua a ser a comunidade autónoma com o maior número de novas infeções, tendo adicionado mais 2.853 casos aos números totais de segunda-feira, elevando o total para 255.615.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.