Em comunicado, o Infarmed explica que o risco para o utilizador de uma destas lentes de contacto é baixo, mas sublinha que “podem ocorrer situações de vermelhidão, desconforto ou abrasão da córnea”.

As lentes em causa são as “1-day Acuvue moist for astigmatism” e, segundo a informação do fabricante citada pelo Infarmed, “não há registo de quaisquer efeitos adversos graves associados à utilização dos lotes afetados”.

“Até à data, o Infarmed também não recebeu qualquer notificação de incidente envolvendo os mesmos lotes”, acrescenta a Autoridade do Medicamento e Produtos de Saúde, sublinhando que, para evitar situações semelhantes, o fabricante já avançou com novas medidas de controlo do fabrico destas lentes.

O Infarmed recomenda que os utilizadores que tenham utilizado estas lentes de contacto de uso diário pertencentes a qualquer um dos lotes afetados e que manifestem irritação, dor ou vermelhidão persistentes, ou até uma alteração da visão após a remoção das lentes, devem contactar imediatamente o seu médico.

Os utilizadores afetados devem igualmente contactar o Serviço de Apoio ao Clientes da Johnson & Johnson Vision (800 200 243) ou o estabelecimento onde as lentes foram adquiridas para que as possam devolver.

“Os distribuidores e locais de venda devem colocar em quarentena os dispositivos médicos pertencentes a estes lotes e proceder à sua devolução”, acrescenta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.