O jovem funcionário, de 24 anos, e os seus cúmplices são acusados de convencer essas pessoas, principalmente estudantes, a solicitar auxílios do governo para empresas, prometendo-lhes que o dinheiro seria investido em criptomoedas.

Um porta-voz da polícia de Tóquio disse à AFP que "um funcionário de 24 anos" foi detido hoje "por obter, de forma fraudulenta, dinheiro de subsídios relacionado com o vírus", juntamente com um jovem de 22 anos que trabalhava numa empresa não identificada.

A imprensa japonesa indica que os golpistas teriam roubado um total de 200 milhões de ienes (1,54 milhões de dólares norte-americanos). A acusação inicial corresponde ao roubo de um milhão de ienes, enquanto investigam o valor restante.

Outras cinco pessoas, todas na faixa dos 20 anos, foram presas pelo mesmo golpe. O líder do grupo está a ser procurado pela polícia, após ter fugido para o Dubai em fevereiro, informou o jornal Yomiuri Shimbun.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.