A HIPEC consiste na aplicação de quimioterapia diretamente sobre o peritoneu, associada a uma temperatura elevada, durante a cirurgia.

A nova técnica “permitiu o tratamento de doente com diagnóstico de carcinoma gástrico com metastização peritoneal, o qual foi submetido a gastrectomia subtotal radical e peritonectomia com quimioterapia intraperitoneal hipertérmica”, refere uma nota de imprensa dos Hospitais de Coimbra.

A HIPEC é normalmente utilizada em contexto de carcinoma do cólon com metastização peritoneal.

A utilização da HIPEC no “carcinoma gástrico com metastização peritoneal é rara, pela habitual grande extensão das lesões peritoneais nesta doença”.

A utilização desta nova técnica pode constituir um “tratamento de eleição” para casos semelhantes, permitindo aumentar a sobrevida dos doentes.

Este foi o primeiro caso desta cirurgia em contexto de carcinoma gástrico realizada no Serviço de Cirurgia Geral do CHUC, levada a cabo pela equipa cirúrgica liderada pelos cirurgiões, André Lázaro e Miguel Fernandes.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.