O animal não apresenta nenhum sintoma, mas “amostras colhidas na cavidade nasal e oral apresentaram resultados positivos, em níveis muito baixos”, afirmou um porta-voz do ministério da Agricultura, Pesca e Proteção Ambiental de Hong Kong.

Recomendações da DGS

A DGS acompanha a situação da expansão do novo coronavírus e recomenda:

  • Em Portugal, caso apresente sintomas de doença respiratória e tenha viajado de uma área afetada pelo novo coronavírus, as autoridades aconselham a que contacte a Saúde 24 (808 24 24 24). Caso se dirija a uma unidade de saúde deve informar de imediato o segurança ou o administrativo.
  • Evitar o contacto próximo com pessoas que sofram de infeções respiratórias agudas; evitar o contacto próximo com quem tem febre ou tosse;
  • Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contacto direto com pessoas doentes, com detergente, sabão ou soluções à base de álcool;
  • Lavar as mãos sempre que se assoar, espirrar ou tossir;
  • Evitar o contacto direito com animais vivos em mercados de áreas afetadas por surtos;
  • Adotar medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o braço, nunca com as mãos; deitar o lenço de papel no lixo);
  • Evitar o consumo de produtos de animais crus, sobretudo carne e ovos;
  • Seguir as recomendações das autoridades de saúde do país onde se encontra.

As autoridades não explicaram os motivos para fazer os testes num animal.

A dona do cão deu positivo na quinta-feira e está em quarentena. O seu animal deverá ser submetido a outros testes e ficará em quarentena num abrigo para animais.

Não há evidências de que animais como cães e gatos possam ser infectados pelo vírus ou transmiti-lo aos humanos, mas ainda assim o ministério estimou que animais de estimação de pessoas infectadas terão que permanecer isolados durante duas semanas.

Hong Kong tem 94 casos confirmados do novo coronavírus, de acordo com um novo balanço divulgado esta sexta-feira. Até agora, duas pessoas morreram devido ao COVID-19.

Veja em baixo o mapa interativo com os casos de coronavírus confirmados até agora

Se não conseguir ver o mapa desenvolvido pela Universidade Johns Hopkins, siga para este link.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.