O Ministério da Saúde espanhol deu conta esta segunda-feira de mais 812 mortos nas últimas 24 horas devido ao coronavírus SARS-COV-2, o que representa uma diminuição face aos dados de domingo, quando se registaram 838 mortos.

Espanha contabiliza, ao todo, 7.340 óbitos por COVID-19 desde o início da pandemia. 

O calvário de uma mãe que perdeu a filha de 16 anos infetada por coronavírus
O calvário de uma mãe que perdeu a filha de 16 anos infetada por coronavírus
Ver artigo

O aumento de casos surge no dia em que a imprensa espanhola noticia que Fernando Simón, chefe do departamento de alertas sanitários do governo espanhol, testou positivo para a infeção.

O número total de infetados em Espanha é agora de 85.195, mais do que os casos reportados na China (81.470).

Os números do Ministério da Saúde espanhol revelam ainda um aumento de 6.398 no número de infetados, menos do que os 6.549 novos casos anunciados no domingo.

O país tem neste momento 5.231 doentes em unidades de cuidados intensivos e 47.000 hospitalizados. Pelo menos, 16.780 pessoas já tiveram alta.

A Espanha é o segundo país no mundo com maior número de mortes, depois da Itália que tem 10.779 vítimas mortais em 97.689 casos registados até domingo.

Pandemia alastra em todo o mundo

A pandemia de covid-19 matou pelo menos 33.568 pessoas no mundo inteiro desde que a doença surgiu em dezembro na China, segundo um balanço da AFP às 08:00, a partir de dados oficiais.

Objetos que aumentam o risco de contrair COVID-19 segundo a Direção-geral da Saúde
Objetos que aumentam o risco de contrair COVID-19 segundo a Direção-geral da Saúde
Ver artigo

De acordo com a agência de notícias francesa, já foram diagnosticados pelo menos 715.204 casos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, e a pandemia espalhou-se por 183 países ou territórios.

A Itália continua a ser o país mais afetado em número de mortes (10.779), seguido da China (3.304 mortes), o foco inicial do contágio. Os Estados Unidos registam 143.025 casos e 2.514 mortes.

A AFP alerta que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de infeções, já que um grande número de países está agora a testar apenas os casos que requerem atendimento hospitalar.

Lavagem das mãos: perguntas frequentes

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.