Observaram-se aumentos substanciais no número de overdoses em todo o país, segundo um relatório publicado pelos Centros para o Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC).

"Muito antes de recebermos os dados das certidões de óbito, os dados das emergências indicam aumentos alarmantes nas overdoses por opióides", disse a diretora dos CDC, Anne Schuchat.

Estas são as 10 principais causas de morte em Portugal
Estas são as 10 principais causas de morte em Portugal
Ver artigo

"Esta rápida epidemia afeta tanto homens como mulheres e pessoas de todas as idades. Não respeita fronteiras de estados ou condados e continua a aumentar em todas as regiões dos Estados Unidos", acrescentou.

Segundo o relatório, de julho de 2016 a setembro de 2017, um total de 142.557 visitas a salas de emergências tiveram como causa overdoses provocadas pelo consumo de opióides.

Dados das mortes ainda não compilados

Comparando o terceiro trimestre de 2016 com o mesmo período de 2017, os investigadores encontraram um aumento de 29,7% nos atendimentos nas urgências devido ao consumo de opióides.

O informe não analisou se as mortes por este motivo também aumentaram durante o período estudado, já que os dados de certidões de óbito costumam demorar a ser reunidos.

Contudo, 63.632 pessoas morreram de overdose em 2016 nos Estados Unidos, um aumento de 21,4% em relação a 2015, disse o informe dos CDC.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.