A realização de rastreios cardiovasculares é uma das formas que a Fundação utiliza no sentido de sensibilizar a população a controlar os fatores de risco mais importantes, que condicionam o aparecimento das doenças cardiovasculares, como a hipertensão arterial, tabagismo, diabetes, sedentarismo ou hipercolesterolemia.

Nestes rastreios doseia-se o nível de colesterol total no sangue, avalia-se a pressão arterial, mede-se o peso e a altura para calcular o índice de massa corporal e mede-se o perímetro abdominal. Estas ações são realizadas por equipas constituídas por enfermeiros e nutricionistas, que fazem as avaliações técnicas e estão aptos a dar aconselhamento nutricional.

Leia também10 mentiras (em que acreditou) sobre a hipertensão arterial

Uma alimentação saudável, variada, equilibrada e adequada às necessidades individuais, é fundamental para prevenir o aparecimento das doenças cardiovasculares. Assim, a Fundação pretende sensibilizar a população para, entre outras regras, fazer várias refeições por dia, merendar a meio da manhã e da tarde, que ajuda a controlar o apetite e a evitar os “grandes” almoços e jantares.

Paralelamente, caso a empresa disponha de refeitório e em parceria com a empresa de restauração, estará à disposição dos utentes do refeitório uma “Sugestão para o Coração”, ou seja, uma refeição confecionada segundo as recomendações da Fundação Portuguesa de Cardiologia.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.