"Gostaria que fosse possível desenvolver uma vacina em alguns meses, mas temos de ser realistas. Isto pode durar anos, porque podem acontecer decepções, já aconteceu com outras vacinas", declarou o ministro Jens Spahn ao canal alemão ARD.

"O desenvolvimento de vacinas está entre as tarefas mais difíceis da Medicina", completou o ministro alemão da Saúde.

No domingo, Donald Trump afirmou que os Estados Unidos terão uma vacina contra o coronavírus até ao fim do ano.

"Acreditamos que teremos uma vacina até ao fim do ano", disse Trump num programa especial do canal Fox News no Lincoln Memorial, em Washington.

"Os médicos dirão que eu 'não deveria dizer isso', mas vou dizer o que penso", afirmou.

Alemanha com diminuição de casos

A Alemanha regista hoje, pelo terceiro dia consecutivo, menos de mil novos casos diagnosticados de COVID-19, contabilizando mais 679 do que no dia anterior, para um total de 163.175.

Também o número de vítimas mortais, de acordo com os dados oficiais do Instituto Robert Koch (RKI), teve o menor aumento das últimas semanas. Houve mais 43 óbitos, o valor mais baixo desde março, para um total de 6.692 em todo o país.

O RKI revela que são agora 132.700 as pessoas que superaram a covid-19, uma subida de cerca de 2.200 nas últimas 24 horas.

Hoje a Alemanha enfrenta um novo relaxamento das medidas de combate à pandemia, incluindo a abertura dos cabeleireiros, embora sob regras de higiene e segurança rígidas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.