Numa pergunta apresentada à Assembleia da República, os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Viseu apontam os casos que consideram mais graves, como “1.001 dias de espera para uma consulta da especialidade de Urologia” e “564 dias de espera para uma consulta da especialidade de Dermato-Venereologia” no Hospital de S. Teotónio (Viseu).

As frases mais ridículas ouvidas pelos médicos
As frases mais ridículas ouvidas pelos médicos
Ver artigo

As outras especialidades que os deputados social-democratas Leitão Amaro, Pedro Alves, Inês Domingos, António Lima Costa e Isaura Pedro referem são Reumatologia (383 dias), Oftalmologia (245 dias), Ginecologia – Apoio à Fertilidade (220 dias) e Neurologia (216 dias).

“Esta é uma situação absolutamente inaceitável e que responsabiliza particularmente o Governo, bem como os partidos políticos que o apoiam, tanto mais que, há já dois anos, o ministro da Saúde se comprometeu publicamente, perante a Assembleia da República, a reduzir substancialmente os TMRG nas consultas hospitalares realizadas no âmbito do SNS (Serviço Nacional de Saúde) ”, referem.

Mais medidas necessárias

Neste âmbito, o grupo parlamentar do PSD exige “que o Governo adote sem mais demora as medidas que se impõem para inverter esta crescente degradação das condições de acesso dos doentes aos cuidados de saúde no SNS, importando ainda que o executivo informe a Assembleia da República imediatamente sobre a forma de como pretende reverter a situação que deixou agravar”.

No que respeita a Viseu, os deputados querem saber “que medidas concretas vai o Governo tomar para reduzir o número de consultas hospitalares realizadas fora dos Tempos Máximos de Resposta Garantida no Centro Hospitalar de Tondela/Viseu, EPE” e quando.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.