Um livro com mais de 20 estórias escritas por pais de pessoas com deficiência, sobretudo mental, em que a incerteza em relação ao futuro dos filhos é a grande preocupação, é lançado dia 30 em Coimbra.

“São vidas com muitas preocupações de pais e de mães que sentem as incertezas dos futuros de filhos que não têm autonomia”, lê-se na obra, que tem coordenação editorial de Manuel Miranda, também autor da maioria das estórias, e pai de Tiago, um cidadão de 33 anos que é deficiente mental profundo.

Intitulado “Tiagolas e outras Estórias”, o livro conta também com contributos de Ana Paula Moreira, Cristina Cardoso, Maria Augusta Cunha e Maria Prazeres Quintas e as receitas da primeira edição revertem para a Associação de Famílias Solidárias com a Deficiência para ajudar à construção de uma residência para acolher pessoas com deficiência, em Castelo Viegas, Coimbra.

“São estórias inspiradas em casos reais, com uma componente de ficção, em que é transmitida a entrega, a doação dos pais. A grande preocupação é não termos certezas quanto ao futuro dos nossos filhos, quando nós não pudermos”, disse hoje Manuel Miranda à Agência Lusa.

O autor lembra que “os custos sociais da deficiência são avultadíssimos, mas silenciosos”, referindo a sua experiência, em que o seu ordenado e da mulher - Maria Prazeres Quintas -, “são sugados pelo Tiago” e pelas suas necessidades e exemplificando com o preço de 24 euros de uma lata de leite especial de que o filho necessita, e que dura apenas cinco dias.

Descrita como “um livro com estórias onde os protagonistas são pessoas com deficiências ? heróis sem nome”, a obra contempla também a abordagem, num dos textos, da polémica sobre a esterilização dos deficientes, adiantou Manuel Miranda.

São "estórias de pais que trabalham e exercem profissões com o pensamento em casa e que lutam com dificuldade para não caírem no desânimo e no desespero", é referido no livro.

“Este é um livro com estórias e os protagonistas são pessoas com deficiência. Eu sou o Tiago, o Tiagolas, conhecido pela minha inocência. Tenho 33 anos, mas sou criança, eternamente criança", escreve o principal protagonista.

Segundo a médica Joana Sá Ferreira, "aos pais dos meninos com deficiência, os verdadeiros especialistas das suas crianças, este é o seu livro de bolso".

Com prefácio do médico e escritor Jorge F. Seabra, “Tiagolas e outras Estórias” tem lançamento marcado para dia 30 de junho, no Edifício Chiado, em Coimbra.

Junho de 2011

Fonte: Lusa/SAPO

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.