“Com o resultado fechado da testagem do dia de ontem [terça-feira], temos um total de 18 utentes e três funcionários infetados”, disse.

De acordo com a diretora, que indicou que o primeiro caso surgiu no dia 30 de outubro, estão infetados 17 utentes da estrutura residencial para pessoas idosas e um utente da unidade de cuidados continuados.

Isabel Mascarenhas indicou ainda que os três funcionários infetados pertencem à estrutura residencial, unidade de cuidados continuados e um aos serviços administrativos, sendo este o primeiro caso relacionado com este surto.

O Centro Humanitário da Cruz Vermelha de Elvas conta com um total de 90 utentes e cerca de 100 funcionários.

“Toda a comunidade já foi testada, os funcionários infetados estão em casa e os utentes que estão positivos e suspeitos estão isolados. Vamos continuar a testar nos próximos dias”, garantiu.

Questionada sobre a situação clínica dos utentes e funcionários infetados, Isabel Mascarenhas escusou-se a avançar dados, explicando que se trata de uma informação “reservada”, apenas fornecida a familiares e cuidadores dos utentes.

Portugal regista hoje mais 82 mortos relacionados com a covid-19, o maior número num só dia desde o início da pandemia, e 4.935 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim da situação epidemiológica da DGS indica que desde o início da pandemia, em março, já morreram 3.103 pessoas com covid-19 e já foram infetadas 192.172, estando ativos 78.716 casos, mais 1.378 do que os registados na terça-feira.

Das 82 mortes contabilizadas nas últimas 24 horas, 44 ocorreram na região Norte, 19 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 17 na região Centro e duas Alentejo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.