"Portugal continua a aumentar a sua testagem. Desde 01 de março foram realizados mais de 274 mil testes de diagnóstico para covid-19, 70% dos quais já no mês de abril. Sexta-feira foi, até à data, o dia em que se realizaram mais testes desde o início do surto em Portugal, cerca de 14.500 amostras processadas", disse António Lacerda Sales.

O governante, que falava na conferência de imprensa diária para fazer o balanço da pandemia no país e no dia em que pela primeira vez o número de casos recuperados (917) é superior ao número de óbitos (762), especificou que 49,5% dos testes foram realizados em estabelecimentos públicos, 45,2% em privados e 5,4% em outros laboratórios.

António Lacerda Sales afirmou que atualmente a taxa de letalidade global por infeção do novo coronavírus é de 3,6% e que a taxa de letalidade acima dos 70 anos é de 12,7% e avançou que hoje começaram a ser feitos testes serológicos a utentes e profissionais de saúde do Centro Hospitalar e Universitário de Lisboa Norte.

O objetivo é, disse o governante, "aferir o grau de exposição à covid-19".

Portugal regista hoje 762 mortos associados à covid-19, mais 27 do que na segunda-feira, e 21.379 infetados (mais 516), indica o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Comparando com os dados de segunda-feira, em que se registavam 735 mortos, hoje constatou-se um aumento percentual de 2,5%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, os dados da DGS revelam que há mais 516 casos do que na segunda-feira, representando uma subida de 3,7%.

A região Norte é a que regista o maior número de mortos (441), seguida pelo Centro (171), pela região de Lisboa e Vale Tejo (133), do Algarve (11) e dos Açores (6), adianta o relatório da situação epidemiológica, com dados atualizados até às 24:00 de segunda-feira.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.