Numa nota enviada à comunicação social, a equipa liderada pelo vice-almirante Henrique Gouveia e Melo destacou o “ritmo de vacinação excecionalmente elevado” devido à maior disponibilidade de vacinas e à antecipação para oito semanas do prazo de intervalo entre as duas doses da vacina desenvolvida pela AstraZeneca.

“Este foi um esforço adicional feito para reforçar a segurança de todos, numa altura de agravamento da situação epidemiológica no país”, refere o comunicado da ‘task force’, que agradece a “vontade, compreensão e tolerância de todos os portugueses” e atribuiu esta marca “à entrega de todos os envolvidos”, nomeadamente os 4.700 profissionais de saúde e funcionários de diversas entidades.

A vacinação contra a covid-19 teve início no país em 27 de dezembro de 2020, tendo já sido administradas mais de 9,7 milhões de vacinas.

Em Portugal, desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram 17.164 pessoas e foram registados 909.756 casos de infeção, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.