A mulher, com cerca de 40 anos e que anteriormente tinha testado positivo para a COVID-19, morreu "ao início da manhã na Unidade de Cuidados Intensivos covid-19 do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE)", indicou a câmara municipal, em comunicado.

Trata-se da sexta vítima mortal na sequência do foco registado no lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS) e a primeira entre os funcionários da instituição que testaram positivo para o novo coronavírus SARS-CoV-2.

O concelho de Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, regista o maior surto de COVID-19 do Alentejo, contabilizando seis mortes e 140 casos ativos.

No comunicado, assinado pelo presidente da câmara e Autoridade Municipal da Proteção Civil, José Calixto, é referido que a autarquia já transmitiu "sentidas condolências à família enlutada" e que a irá "acompanhar e apoiar num momento dramático".

A primeira vítima mortal deste surto foi um homem com cerca de 70 anos (no dia 24), seguindo-se uma mulher de 92 anos (dia 25). Quanto aos idosos hospitalizados, no sábado, morreu uma mulher de 82 anos, a que se seguiram os óbitos de mais duas idosas na segunda-feira, uma de 91 anos, anunciado no próprio dia de manhã, e a de 89 anos, cuja morte foi divulgada na terça-feira.

Quanto à situação epidemiológica no concelho de Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, segundo o comunicado de hoje, que tem dados até ao final de terça-feira, a câmara atualizou para 140 o número total de casos ativos, mais cinco do que no dia anterior, todos relacionados com o surto detetado no dia 18 de junho no lar da FMIVPS.

Deste total, registam-se 96 na FMIVPS, dos quais 23 entre os trabalhadores (mais um) e os restantes 73 (mais três) entre utentes, além de 44 na comunidade (mais um).

"Estes números verificam-se num universo de cerca de 1.330 testes com resultado conhecido" até terça-feira, dia em que "foram conhecidos resultados de aproximadamente 80 testes", sublinhou o município, prevendo para hoje e quinta-feira a realização de "mais cerca de 200 testes".

No HESE, adiantou, encontram-se internados 11 utentes do lar da FMIVPS, dos quais três estão nos cuidados intensivos, sendo que os profissionais que testaram positivos estão todos a recuperar nas suas residências.

Portugal contabiliza pelo menos 1.576 mortos associados à COVID-19 em 42.141 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.