Os hospitais de Portalegre e Beja estão hoje com uma taxa de ocupação de 100% nas UCI, enquanto o Hospital do Litoral Alentejano está com 90% e o hospital de Évora não forneceu dados sobre a sua atual taxa de ocupação.

Em Portalegre, o hospital Dr. José Maria Grande tem, desde hoje, todas as cinco camas de UCI ocupadas, uma situação agravada pela ocupação plena, também, das 44 camas de enfermaria covid-19 daquela unidade e das 22 existentes no hospital de Elvas, no mesmo distrito, que não tem cuidados intensivos.

No hospital de Beja, a UCI encontra-se com ocupação plena desde, pelo menos, 04 de janeiro, data em que dispunha ainda de apenas metade das oito camas da capacidade atual.

A situação na enfermaria covid-19 do hospital José Joaquim Fernandes, no entanto, aliviou um pouco nas últimas horas, após a transferência de cinco doentes para uma nova Estrutura de Apoio de Retaguarda na Base Aérea n.º 11 de Beja.

O hospital, que já tinha cinco camas livres na enfermaria, ficou assim com 10 das 71 camas disponíveis.

O Hospital do Litoral Alentejano (HLA), no concelho de Santiago do Cacém (Setúbal), tem hoje ocupadas todas as camas em enfermaria para doentes com covid-19, enquanto na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) se regista uma ocupação de 90%.

Fonte da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) indicou que as 58 camas de enfermaria destinadas a doentes infetados pelo novo coronavírus Sars-Cov-2 estão totalmente ocupadas, tendo sido necessário reforçar a unidade com mais três camas.

A mesma fonte adiantou que, no total, estão internados 61 doentes na enfermaria covid, o que corresponde uma ocupação total daquela unidade.

Na UCI estão ocupadas nove das 10 camas destinadas a doentes covid, o que corresponde a 90% da taxa de ocupação, acrescentou.

Contactado pela Lusa, o Hospital do Espírito Santo de Évora não forneceu os dados relativos à ocupação de hoje, mas na quinta-feira tinha 107 doentes com covid-19 internados, segundo a presidente do conselho de administração daquela unidade.

De acordo com Maria Filomena Mendes, o HESE dispunha ainda, nessa data, de 13 camas de cuidados intensivos, além de “um quarto” onde são colocados doentes que necessitam, com urgência, de cuidados intensivos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.227.605 mortos resultantes de mais de 102,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 12.757 pessoas dos 726.321 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.