O país sul-americano registou 204 mortes (mais 99 que na segunda-feira), e 1.832 novos de pessoas infetadas (mais 571).

Além do número recorde de óbitos num único dia, o país sul-americano registou um aumento de 15% nas vítimas mortais, de 1.328 para 1.532, enquanto o número de infetados cresceu 8%, de 23.430 para 25.262 casos confirmados.

A taxa de letalidade do novo coronavírus no país subiu hoje para 6,1%, indicou o Ministério da Saúde.

São Paulo continua a ser o estado brasileiro com maior número de casos confirmados, registando 695 mortos e 9.371 pessoas infetadas.

Seguem-se o Rio de Janeiro, com 224 vítimas mortais e 3.410 casos confirmados, e o Ceará que teve, até ao momento, 107 óbitos e 2.005 casos de infeção.

Já Tocantins, localizado na região norte do país, encontra-se na posição oposta, permanecendo como o único estado sem registo de vítimas mortais e também o estado com menos infetados (26 casos confirmados). As restantes 26 das 27 unidades possuem óbitos associados à infeção pelo novo coronavírus.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 124 mil mortos e infetou quase dois milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Dos casos de infeção, cerca de 413.500 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.