Segundo o boletim epidemiológico da Direção Nacional de Saúde Pública angolana, os novos casos foram reportados nas províncias de Luanda (125), Huambo (32), Cuanza Sul (05), Benguela (04), Cabinda (04), Cunene (03), Huíla (03), Uíje (02) e nas províncias do Bengo e Cuando-Cubango um caso cada.

Os laboratórios processaram, neste período, 1.354 amostras por RT-PCR e o cumulativo aponta para 595.266 amostras processadas com uma taxa de positividade de 5,9%.

Angola, que vive há um ano a situação de calamidade pública, conta agora com um total de 35.140 casos, sendo 784 óbitos, 28.646 recuperados e 5.710 casos ativos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.