Segundo o relatório do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) sobre a curva epidémica da infeção pelo novo coronavírus, o valor médio do Rt no período entre 31 de março e 04 de abril foi de 1,02 em Portugal.

De acordo com os dados hoje divulgados, o Rt nacional encontra-se acima de 1 há oito dias, tendo variado entre 1,01 e 1,03.

Por regiões, o Rt (o número de casos secundários de covid-19 resultantes de uma pessoa infetada) é de 1,03 no Norte, de 1,00 no Centro, de 1,02 em Lisboa e Vale do Tejo, de 1,05 no Algarve, de 1,08 nos Açores e de 1,11 na Madeira.

O Alentejo, com 0,99, é a única região com um índice de transmissibilidade inferior a 1.

“Os resultados indicam uma tendência crescente de novos casos ao nível nacional e nas regiões Norte, Lisboa e Vale do Tejo, Algarve e Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira. No entanto, de acordo com os dados disponíveis, observa-se uma tendência decrescente ou estável de novos casos de SARS-CoV-2 nas regiões Centro e Alentejo”, refere ainda o INSA.

O relatório refere ainda que todas as regiões, com exceção da Madeira (RAM), apresentam a taxa de incidência acumulada de novos casos de covid-19 abaixo ou igual a 120 casos por 100.000 habitantes.

Neste indicador, o Norte apresenta uma taxa de 54,3, o Centro de 45,4, Lisboa e Vale do Tejo de 73,3, o Alentejo de 73,5, o Algarve de 120, os Açores de 69,6 e a Madeira de 175.

Estes indicadores – o índice de transmissibilidade do vírus e a taxa de incidência de novos casos de covid-19 – são os dois critérios definidos pelo Governo para a avaliação continua que está a ser feita do processo de desconfinamento que se iniciou a 15 de março.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.903.907 mortos no mundo, resultantes de mais de 133,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.904 pessoas dos 826.327 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.