“Tecnicamente ainda estamos em pandemia, apesar de os números de circulação do vírus terem recuado, e aguardamos dados mais atualizados, mas estamos cientes de que a situação na Europa está controlada, o que não acontece noutras regiões do mundo”, disse hoje, em conferência de imprensa, Steffen Thirstrup, médico chefe da agência.

“É preciso que as pessoas se vacinem e revacinem” para que a taxa de circulação do vírus SARS-CoV-2 continue a baixar, sublinhou ainda.

Por seu lado, o chefe de Estratégia de Ameaças Biológicas para a Saúde e Vacinas da EMA, Marco Cavaleri, referiu que “os dados preliminares indicam que as vacinas adaptadas são mais eficazes contra as recentes variações do vírus”, reiterando o apelo ao reforço da vacinação.

Cavaleri destacou ainda que, apesar dos esforços dos países europeus em campanhas de vacinação, “os números dos últimos seis meses são muito desapontantes”.

A União Europeia tem no mercado sete vacinas contra a covid-19 e várias terapêuticas contra o vírus, tendo a Comissão Europeia aprovado, também hoje, um contrato com a farmacêutica Pfizer para a compra conjunta do medicamento oral Paxlovid para doentes em risco de desenvolver doenças graves no quadro de uma infeção de covid-19.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.