No próximo dia 22 de novembro, pelas 15 horas, dois pilotos responsáveis pelo treino e formação da TAP Portugal e um cirurgião vão transformar o bloco operatório do hospitalcuf porto num cockpit de avião. Mais de 100 profissionais de saúde vão embarcar nesta experiência.

“Esta iniciativa tem como objetivo alertar a comunidade médica para a necessidade de adotar nas salas de operações as regras de segurança existentes na aviação, de modo a diminuir a percentagem de erros médicos.

Queremos por isso tornar uma cirurgia tão segura como viajar de avião”, explica Armindo Martins, um dos comandantes da TAP.

De acordo com Costa Maia, cirurgião no hospitalcuf porto, “o ambiente num cockpit de avião é muito semelhante ao que é vivido numa sala de operações. Ambas as atividades são de alto risco e desenvolvidas por profissionais altamente qualificados que têm a vida das pessoas nas suas mãos”.

Esta experiência única pretende assim proporcionar aos participantes um treino qualificado em segurança, comparando as realidades vividas no interior de um avião e num bloco operatório, incentivando a prática mais frequente de uma cultura de segurança.

De acordo com estatísticas internacionais, a probabilidade de morte devido a um evento adverso durante um ato cirúrgico é de 1 para 1000, enquanto que a probabilidade de morte num acidente de aviação é de 1 para 10 milhões.

16 de novembro de 2012

@Lusa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.